foto1
foto2
jf_a_empresa
texto_atuacao
topicos_atuacao

A Automação Industrial serve como ferramenta na solução de 9 entre 10 problemas industriais. Mas, o que é, afinal, a automação industrial? É um conjunto de técnicas baseadas na interação entre máquinas e programas, com objetivo de executar tarefas previamente estabelecidas pelo homem e controlar seqüências de operações, sem a intervenção humana.

A competição cada vez mais acirrada, enfrentada pelo setor produtivo no mercado globalizado, transformou a automação industrial em um dos principais requisitos para o desenvolvimento econômico do país e para uma participação mais eficiente da indústria brasileira no mercado internacional. A escolha do projeto e da tecnologia a ser aplicada é um ponto importante a ser a ser analisado.

O primeiro passo é identificar pontos que não operam adequadamente e que prejudicam o fluxo da linha de produção. Em seguida é necessário idealizar como gostaria que o processo ou sistema funcionasse, ou seja, qual é o performance industrial desejado. A terceira etapa avalia, através da técnica de campo, todos os pontos de controle que devem ser automatizados.

Esta fase influencia diretamente na escolha da tecnologia que deve ser aplicada, e, por fim, especifica-se o hardware e software de automação que possa melhor operar o sistema.

Há diversas tecnologias no mercado e o engenheiro responsável pelo projeto deve considerar a busca da integração total do processo, para que a opção escolhida não limite futuras expansões do sistema. É cada vez mais crescente a opção de controles baseados em sistema cliente/servidor, onde todos os CLP’s distribuídos pelas áreas comunicam-se, através de uma rede gerenciável, com dois servidores redundantes. Esta arquitetura é hoje uma das tecnologias mais utilizadas em ambientes corporativos.

Com o aumento do poder de processamento dos microcomputadores, os fabricantes de programas começaram a desenvolver bancos de dados cada vez mais poderosos, sistemas operacionais mais rápidos e flexíveis e redes locais. Com a integração de todos os setores em uma única sala de operação, em um Centro de Operações Integradas, os gestores de cada área interagem cada vez mais com todo o processo.